Waiting

Éramos diferentes. Completamente diferentes, diria.
De um mundo diferente, quase inalcançável. Com ideias, pensamentos e atitudes que eu diria, não se encaixaria no meu modo de vida.
Sua mente era um ninho de gatos gritantes que eu não entendia.
Por vezes era um buda que me ouvia calada quando falava de coisas importantes ou sorria perante minhas tolices
Chegava a ser irreal as diferenças. Gordo e magro, branco e preto, liso e encaracolado, feijão e arroz, democracia e monarquia. Éramos diferentes, mas como partes de uma moeda, sabíamos ver o outro. Nem sempre obviamente, pois muitas vezes não pude acompanhá-la. Sabia que estava a minha frente, não podia fazer nada para detê-la e se podia, nunca achei as resposta para o quebra-cabeças
Ela era uma criatura de outro mundo. Um espírito de outra dimensão, um demônio que veio para me atormentar
Ou um anjo, pra me salvar

Creio que jamais tenha sabido quem ela era.
Só sabia que a manteria por perto por quanto tempo me fosse permitido.
Gostaria de ter ficado por décadas ao seu lado.
Minha mania de querer saber de tudo, de estudar as pessoas, me faria observá-la por anos, mesmo sabendo que muito pouco descobriria realmente.
Quando pensava em seu âmago, tinha certeza de que muito longe dele ainda estava. Sua insistência em se prender dentro de si mesma me irritava ao ponto de querer que ela fosse embora para não mais voltar, ao mesmo tempo queria mantê-la em meus braços indefinidamente, pois vê-la ir me partiria de uma forma que não sei se me recuperaria
Obviamente eu a veria partir um dia. Essa é a ordem natural das coisas, não é?
Ela deveria chegar, me cegar com seus olhos, fazer com que eu admitisse minha paixão, talvez com um pouco de diversão e então, partir
Sempre foi assim
Por que com ela seria diferente?
Teria mesmo eu o direito de mantê-la por perto, de forma que talvez ela nem soubesse o quão importante era, simplesmente por tê-la ao meu alcance, para ver teu sorriso e me fazer sorrir com seu jeito? Eu ao menos conseguiria prendê-la?
O que teria eu para oferecer àquele espirito livre que fizesse com que desejasse ficar ao meu lado?
Até hoje não encontrei a resposta
E faz muito tempo que eu procuro.
Ela adorava sair. Eu só sairia com ela, pois ver sua animação me motivava.
Ela buscava simplicidade nas palavras e eu quase escrevia uma tese de doutorado para tentar explicar uma disputa geo-política na áfrica
Ela parecia pertencer às humanas, enquanto o único resquício de um lado humano em mim eram meus textos carregados de drama, sendo, fora isso, um pensador lógico-racional
Talvez o distanciamento seja uma resposta natural ao meu jeito brusco e desentendido/perdido
Queria falar dela/com ela o tempo todo. Explicar-lhe o motivo de querer mexer em seus cabelos, pois os achava lindos ao sol; dizer que amava sua boca e o quanto queria beijá-la toda vez que abria um sorriso ou quando dizia (as vezes por tabela) que eu era um chato; Queria ainda lhe abraçar por horas, simplesmente porque gostava do seu cheiro e dizer que uma hora sem aquele cheiro era uma tortura, semanas eram uma morte.

Como resistir àqueles olhos que mudavam de cor perante a luz? Teria eu alguma chance contra a sua pele que poderia acariciar, se me fosse permitido, por toda a noite? Eu velaria teu sono sem dormir só para poder gravar teu rosto em paz.
Talvez seja redundância dizer que eu a amava
Mas ela era de outro mundo
E como estrangeira, era sabido que não deveria ficar muito tempo por perto
Talvez eu ainda espere não ter que vê-la se afastando, e ainda não sei falar dela sem perder o rumo
Talvez ainda busque ser algo-alguém por quem valha a pena ficar
Pra ser mais sincero
Talvez
Tão somente indecisão por não saber o que fazer
Eu ainda a espere

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s