The Runner

 

Ahhhh tempo
Quando lhe pedi para voar, fizeste cara de sono
E me ignorou
Agora lhe peço,
Vá um pouco mais devagar…
Só um pouco, por favor

Diga-me que suas horas são segundos
Por favor
Se acalme
Não seja inimigo impiedoso
Jamais maldisse teu nome

Então
Somente dessa vez
Abrace o vento e vão conversar
Deixe-me infinitamente aproveitar
E
sta alegria e bem estar

Os anos se arrastaram até aqui
Já não tenho forças pra discutir contigo
E sempre perco no fim

Por favor
Seja caridoso
Me mate depois
Mas hoje, tire uma folga

Deixe-me saborear essa tempestade de inverno
Quero congelar
E ainda assim me sentirei tão bem quanto em abraço apertado

Façamos esse trato
Não precisamos ser amigos
Aliás
Só ignore minha existência
E já serei eternamente grato

Só por hoje, tempo
E isso é uma súplica
De alguém que nunca implorou por nada na vida
Só peço que esta segunda-feira tenha algumas horas a mais
E muitos me odiarão por isso, eu sei

Mas eu suporto

Deixe o dia
Vá tomar café com o sol
Ouça histórias do vento
Ele é muito bom com elas

Só por hoje, tempo
Só hoje
Por favor
Não seja meu inimigo

-Continuação inacabada de uma história ainda não escrita-

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s