Old poetry

Eu fico me perguntando
Por onde tu tem andado
Será que ouviu meu recado
Dizendo o quanto eu te amo?

Eu permaneço acordado
Eu continuo pensando
O dia inteiro sonhando
Em ter você do meu lado

Nunca mais pude dormir
Pois já não sai da minha mente
Eu continuo doente
A psiquê se quebrando
Como a de um louco, implorando
Pra você não mais partir

Mas permaneço calado
Como um monge a meditar
E eu sorrio de lado
Quando vêm me perguntar
Se eu sinto sua falta

Em minha mente gritante
Sempre respondo aos brados
Que sempre sofro calado
Que de saudade eu morro
Mas minha boca só diz
Que está tudo bem
Que na semana que vem
Já será tudo esquecido

Mas eles nem se dão conta
Que essa semana passou
Que mais um mês se findou
E eu continuo te amando

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s